13 de dezembro de 2007

O que é bom para você?

Cabelo bom: Dizem que cabelo bom é cabelo liso, escorrido. Logo, o cabelo ruim é o duro, armado, enrolado, tonhonhõe... será? E aquele cabelo que deixa você careca depois de uma certa idade?

Comida boa: feijoada, rabada, churrasco, pizza, hambúrguer, chocolate, ou peito de frango grelhado, salada verde, maça, cereal e soja?

Família boa: As famílias mais tradicionais prezam pelos seus patrimônios. Então, elas desejam que seus herdeiros casem com pessoas que nascem em berço de ouro, de boa família. Família boa é família rica, tradicional, com sobrenome pomposo, com sangue nobre nas veias, mesmo que guardem amantes, escondam falcatruas e fingem harmonia no lar, correto? Ou seria aquela que tenta passar bons valores aos seus filhos e que prezam pelos laços consangüíneos?

Vida boa: é a vida tranqüila, sem cartão de ponto, sem hora para acordar, sem chefe para aturar, sem prova pra estudar, sem conta para pagar, só festa para freqüentar, bebida para alegrar, ou projetos para realizar, curso para se formar, trabalho para desafiar, família para aproveitar, conquistas para festejar, dinheiro para gozar?

Trabalho bom: é o que paga as suas contas no final do mês e ainda sobra algum dinheiro para brincar nas boas e poucas horas de prazer da sua vida ou aquele que te proporciona prazer em realizar, conquistas para alcançar e que te permite sempre buscar o aperfeiçoamento profissional?

Cada um tem um sentido para vida. Um olhar, uma percepção diferente. O que é bom para um, nem sempre é bom para o próximo. Hoje você pode considerar sua vida boa, mas amanhã trocar de idéia. Morar sozinho, trocar de emprego, casar-se, separar-se, entrar na academia, fazer um esporte, aprender uma língua, abrir uma poupança, investir na bolsa, realizar a viagem dos sonhos, fazer um concurso, tentar a sorte, apostar no talento, curtir a família, fazer um filho, criar um blog... a cada ano nos descobrimos mais e prometemos (pelo menos tentamos) fazer tudo diferente no próximo ano. Ano novo, vida nova, será? O que é bom para você? Ou melhor, o que será bom para você?

3 comentários:

Rodrigo disse...

Amigo não gostei desse texto depressivo não!!!

Abraços

Quem foi que me disse que devemos fazer o que gostamos??? e assim é a vida fazendo o que gostamos nos cercamos de pessoas e coisas que gostam das mesmas coisas que nós!!

Abração

P.S:QQr coisa to na área!!

Indecisa disse...

Bem intenso seu comentário

Indecisa disse...

Bem intenso seu comentário