17 de março de 2009

A Vida

A vida são deveres, que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já é Natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida...
Quando se vê, passaram-se 50 anos!

Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o meu amor, que está a muito à minha frente, e diria eu te amo...
Dessa forma, eu digo: não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo.

Não deixe de ter alguém ao seu lado por puro medo de ser feliz.

A única falta que terás será desse tempo que infelizmente...não voltará mais.

Mario Quintana

Sexta, dia 20, é meu aniversário. E nada mais emblemático que esta mensagem do meu xará para esta data.

4 comentários:

railer disse...

eu não uso relógio faz tempo. claro que minha vida de segunda a sexta tem hora pra tudo, mas sábado e domigo eu faço questão de esquecer e fazer tudo o que quiser sem pensar no tempo.

Jujuba disse...

hummm

algumas coisas vc já realizou... mas o que vc nao fez e gostaria de fazer neste próximo ano de vida?

railer disse...

feliz aniversário, mário! tudo de bom pra você!

Pah disse...

Adorei a descrição do seu Blog... aliás, o seu Blog tem um "quê" de poesia e letra de música ;-)

Tô te linkando pro meu.

Bjim