25 de outubro de 2011

Sobre a Embassy

Finalmente comprei meu laptop. Agora fica mais facil atualizar o blog. Ainda nao consegui configurar direito o computador, por isso nao tenho acentos... sorry

Para começar, escolhi estudar ingles aqui em NY porque sempre tive vontade de conhecer essa cidade. A escola Embassy CES se encontra em varias cidades, em varios paises. Mas tem sua unidade talvez mais famosa aqui em Nova York. A estrutura eh muito boa. Eles recebem alunos novos de todo mundo todas as segundas-feiras. O processo eh simples. Quando voce chega, faz uma prova escrita e outra oral, e dai eles definem qual seu nivel de ingles. Se essa eh a melhor forma de avaliar o aluno? Nao, nao eh. Os japoneses, por exemplo, sao otimos de gramatica, mas nao conseguem se comunicar direito. Entao, as vezes eles acabam conseguindo um nivel mais avançado, quando na verdade deveriam estar num nivel menor. E a prova oral? Bem, a prova oral eh basica demais, e em cinco minutos nao dah para definir muita coisa.

Na minha turma, ha alunos de todos os cantos. Russo, frances, italiano, espanhol, turco, japones, coreano etc. Apenas dois brasileiros, eu e mais um paulista. Depois do dia de prova, voce entra na turma e de terça a sexta soh conteudo. Eles intensificam a conversaçao em sala de aula, mas as vezes eh mais dificil entender o que o colega (russo, espanhol, japones etc) estah falando, do que o proprio professor americano. O pos aula eh mais divertido, quando voce acaba fazendo amizade com pessoas com niveis diferentes de ingles.

Eu consegui cair numa turma intermediaria pela manha, mas alguns colegas brasileiros que chegaram no mesmo dia que eu acabaram na turma a tarde. Manha eh bem melhor, porque a aula acabando 12h10, voce tem a tarde livre para conhecer a cidade. E foi o que fiz desde o primeiro dia.

A escola promove tambem passeios com os alunos, justamente para facilitar a integraçao dos diferentes grupos. Na primeira semana, assisti o Fantasma da Opera por um preço mais barato, porque o curso ofereceu aos alunos um ingresso especial.

Depois de uma semana de aula, voce começa a perceber melhor o seu nivel e como voce estah evoluindo, mas o quanto seu ingles ainda eh precario, rs. Precisaria de pelo menos seis meses para aprender de fato, mas sao poucos que tem tempo e dinheiro para investir nisso.

Muitos, como eu, estao aqui enquanto estao de ferias no trabalho, aproveitando no maximo quatro semanas de curso. Mas a experiencia fora de sala de aula tambem conta muito. Por todo lado, voce eh testado com seu ingles, seja para pedir uma informaçao, ate para fazer compras ou comer alguma coisa.

Quem fica na residencia estudantil, oferecida pelo curso, tem a facilidade de fazer mais amizades e dividir experiencias tambem. Ok, nao sao as melhores instalaçoes, nem tao confortavel assim, mas para quem vai passar pouco tempo, aguenta. As pessoas que costumam ficar por mais tempo preferem alugar um apartamento, ou ate ficar fora da ilha de Manhattan, por ser muito mais barato. Eu preferi ficar num quarto single, sem perigo de dividir um quarto com alguem que nao goste de tomar muito banho, rs!

Nao adianta, sao culturas diferentes, costumes diferentes. Cada um tem seu jeito. Mas o tempo todo voce tem que pensar que estah aqui para conviver mesmo com essas diferenças. Faz parte da experiencia.

That´s it!

4 comentários:

Liza disse...

Eu sei q vc tem colocado fotos no face, mas eu ainda não vi!!! Podia colocar umas fotinhos no blog tb, né?

bju

Ju disse...

Cooom certeza faz parte! Mas se vc pode $$ evitar a fadiga, melhor, né? rs

marcos vinicius sulzbach rauber disse...

Boa noite. Você recomenda a escola? Pergunto pois estou considerando a Embassy...

Mário Cesar Filho disse...

Olá Marcos, eu gostei muito da Embassy. A estrutura é boa, o número de alunos por turma é o suficiente e as aulas são dinâmicas. Se for estudar em NY, a escola fica numa localização ótima, próximo ao metrô. Das opções, achei a mais em conta, na época que fiz (2011). Espero ter ajudado. Abs @marcosviniciussulzbachrauber