14 de junho de 2010

Para comemorar o dia a dois


Era para ter postado um texto sobre o Dia dos Namorados antes, mas como não fiz a tempo, aproveito para escrever como foi a comemoração (ou parte dela!).

Lembrando que desta vez eu comemorei SIM o dia dos namorados, ao contrário do ano passado que tive o casamento de uma amiga. Não costumo escrever no blog um diário das minhas atividades cotidianas, até porque não é o objetivo deste Rascunho aqui! Mas acho que pela programação vale a pena...

Eu queria assistir a uma peça de teatro, para sair do lugar comum: “cinema-jantar-etc-e-tal”. Recebi um e-mail do site Peixe Urbano com oferta de uma peça por um preço bem interessante. Para quem não conhece, esse site Peixe Urbano oferece quase diariamente promoções variadas (desde serviços de beleza até shows, peças etc), e para a promoção acontecer, deve ter um número mínimo de participantes (compradores). Atingindo esse número, você recebe um e-mail confirmando a compra do produto e o período de troca do cupom. No meu caso, eu achei arriscado, porque eu não tinha certeza se iria ou não conseguir ir ao teatro no sábado dia 12, mesmo efetuando a compra dos ingressos. No final, deu tudo certo e conseguir trocar a tempo os cupons para dois ótimos lugares no sábado.

A peça foi “Os homens querem casar. As mulheres querem sexo”, com ator Carlos Simões, interpretando Jonas – um solteirão em busca da mulher ideal para casar. A comédia tem uns lances legais, mas está longe de ser super engraçada. Confesso que sou muito chato com esse tipo de peça (são poucas peças de comédia que realmente me fazem rir!). Mas valeu para o início da noite fria (quase congelante!) do Rio.

De Ipanema, partimos para famosa Lapa, mais especificamente no tradicional Clube dos Democráticos! Por lá, estava rolando “Orquestra Republicana” (não é Orquestra Imperial, aliás, bem menos conhecida!). O repertório misturava samba, choro, forró, e outras especiarias musicais brasileiras! Para esquentar a noite, muita dança a dois e rostinho colado! Aliás, programação boa é sair para dançar a dois, mesmo para quem não curte dança de salão. Para quem prefere boate, é válido também. O problema que o clima de pegação e azaração pode atrapalhar um pouco...

Mesmo sabendo que é um dia comercial, não tem como deixar de entrar no clima e não comemorar o dia bem acompanhado. O desafio é saber o que fazer no dia, para não tornar um programa de índio, e perder horas na fila dos lugares nem pegar lotação em outros.

Bem, como adiantei lá em cima, só escrevi parte da comemoração. O resto fica para imaginação alheia!

2 comentários:

alexandre disse...

Ola
Parabéns pelo seu blog!
Abcs
Alexandre Taleb
Consultor de Imagem/Personal Stylist
AICI - USA member - association of image consultants international
Blog: http://ataleb.wordpress.com
Site: www.alexandretaleb.com.br

railer disse...

isso aí, o importante é curtir!