16 de outubro de 2007

O cravo & as rosas

Era apenas um cravo...

Uma: - Deixa eu terminar! Tá doendo? Calma, não se mexe! Pronto saiu. Vou te mostrar a prova do crime. Nossa que enorme, olha, olha!
Outra: - E esse? NOoooossa! Lindo!
Uma: - Você quer pra você?
Outra: - Não pode ficar.
Uma: - Disfarça, disfarça, ela tá vindo.
Outra: - Opa!
Uma: - Pera! (...) Tá vai!
Outra: - Estou indo devagar... tá doendo?
Ele: Porra, duas ao mesmo tempo não, é foda!
Outra: - Tá, então você primeiro!
Uma: - Ah, obrigada!
Uma: - Olha quanto saiu deste???? Nossa! Que maravilha!
Outra: - Ai que nojo, mas é lindo! Adoro fazer isso!
Ele: Chega?
Uma: - Não, só mais um pouquinho! E... pronto! Acabou.
Outra: -Agora vamos lá lavar a mão, né?
Uma: - Isso, vamos!
Uma: - Tá tudo bem? Foi bom pra você? (pra ele)
Outra: - Nossa, você está outro agora! Olha sua pele como melhorou!
Ele: - Obrigado, meninas!

2 comentários:

Bibi disse...

Amiguinho Marioooooo vou te linkar no meu blog!

hahaha Realmente nós mulheres AMAMOS apertar cravinhos alheios
Beijocas
Bibs

Jujuba disse...

hahahauauhauhauhauhahahah
mas acho que tinha um outro pedaço desta conversa mais interessante e mas dúbio...