23 de outubro de 2007

Um filete de azeite


Então você resolve fazer uma dieta. Afinal nos últimos meses você vem exagerando um pouco na picanha mal passada, no pastel, na batata frita, no bobó de camarão. Outro motivo importante: o final de ano está chegando e com ele as 1.345 comemorações, festa da empresa, amigos ocultos, ceia de natal e ano novo.
É a hora que você intensifica os exercícios na academia, passa a correr mais na esteira, tenta fazer a aula de spinning, nada mil metros (e acha que tem tempo pra isso).
Voltando para dieta, você resolve também pedir ajuda a um profissional, porque dieta por conta própria é um perigo. Tudo você acha que não engorda tanto assim. O problema está justamente no “tanto assim”. Em uma consulta informal com uma amiga nutricionista, você pergunta: Como faço para emagrecer sem me sacrificar muito, ou seja, sem deixar de comer o que há de melhor na gastronomia brasileira?
- Depende do que você considera “o melhor da gastronomia”, responde ela.
Você aposta todas suas fichas na nova dieta e sua eficiência só dependerá dela: da nutricionista! Se você não emagrecer... a culpa é da nutricionista, e não sua!
Primeiro passo: ela pede para você escrever seu hábito alimentar, ou seja, escrever tudo que come, anotando pelo menos três dias da semana (sendo um final de semana). Quando ela fala tudo, é TUDO! Exemplo: “você toma uma vitamina com leite desnatado, banana, aveia e mel no café da manhã. No almoço, você coloca uma concha de feijão, meia colher de arroz, duas folhas de alface, duas rodelas de tomate, um bife pequeno sem gordura. Lanche: uma maçã. À noite uma salada de alface com pepino, cenoura ralada com um pequeno pedaço de frango grelhado e na ceia um copo de leite desnatado”.
Bem, se ela achava que eu como isso normalmente, sinceramente, eu não ia precisar fazer dieta. Depois desse exemplo, fiquei com vergonha de declarar o meu exemplo de refeição. Na sexta, por exemplo, só no almoço, consegui reunir bacalhau com batata, bobó de camarão, farofa, arroz com camarão e um pequeno quiche de queiro: 570 gramas!
(...)
Segundo passo: é hora de substituir então as gorduras desnecessárias por uma alimentação balanceada, nutritiva e saudável. Esses adjetivos são muito bonitos na teoria, mas quando são traduzidos em pratos reais, o que se vê é muita abobrinha, pepino, vagem, cenoura, verde, verde, verde e... UM FILETE DE AZEITE!
Calma, não é só isso! Aí começa a história que você PODE comer um pão integral aqui, com queijo minas (magro) ali, arroz e feijão de forma moderada (traduz meia concha de feijão e meia colher de arroz), e frutas, muitas frutas!
Destaque para o momento frutinha da história:
- Então você vai substituir o biscoito ou o pão da tarde por uma frutinha!
- Peraí, você está me dizendo que eu tenho que levar uma fruta para o trabalho? Como?
Acho graça quando pensa que homem é tão eficiente quanto mulher no quesito frutinha! É muito fácil pedir isso para elas! Elas é que têm bolsa-mala que cabe tudo! Mais uma fruta-iogurte-barra-de-cereal ou menos uma, pra elas não faz diferença! Já pra homem...
- Desculpa, mas eu não posso e nem quero ficar todo dia levando frutinha pro trabalho. Imagina, você lá, no meio do trabalho, diante do computador, de uma entrevista, de uma reunião, falar: “pessoal, só instante que está na hora da minha frutinha!”. Fala sério!
Daí eu escuto da amiga nutricionista:
- Ah, mas eu acho um charme um homem engravatado, com cara de sério, trabalhador... comendo uma maçã! Olha que sexy!
Sexy? Sexy foi Eva comer a fruta do pecado para Adão!
Não adianta! Eu não vou viver de frutinha!

2 comentários:

Rachel disse...

Eu, leitora número 1 dos textos do meu querido amigo Mário Cesár Filho, preciso fazer aqui meu comentário...
Assino em baixo e realmente.. nada mais sexy do que um homem comendo uma frutinha.. bem melhor do que um pão com manteiga e mortadela nao acha mário?! hauhauhauah
Enfim... nao desista e aposte nas minhas "frutinhas", pepinos, tomates, abacaxis e laranjas pq no verão querido.. e ano q vem.. ah ano que vem.. só vai dar a gente!!!!!! hauhau te amo amigo! Beijao da Quel

Allyne disse...

Afinal, quantos ml seriam esse tal filete? Acho que não emagreço por culpa dele!!! Eu faço tudo o que a mocinha manda mas ainda assim não emagreço... acho que vou cortá-lo da minha dieta...